Entre a Rosa e o Mandacaru – Frete Grátis

R$47.00

Poemas viscerais que evidenciam a capacidade humana de se refazer como uma fênix.

Através dos poemas constantes em Entre a Rosa e o Mandacaru, Maurício Castro realiza um processo de catarse emocional de quem desafiou a linha do tempo e viveu seus instintos até as últimas consequências.
As experiências da consciência e suas auto constatações foram literalmente privilegiadas, sobretudo quando já se buscava uma porta estreita que significasse a despedida de um mundo onde a juventude teria se tornado a melhor amiga da loucura.
Numa perspectiva extrínseca e relacional advieram, também, de forma bem animada, os contrastes vividos no meio do caminho por um “louco”, que fora remessado inadvertidamente para o meio “estampa fina”, com todos os seus clichês, alguns insuportáveis. Trata-se de uma reflexão não finalizada e que projeta sentido existencial até a atualidade.
Compartilhe a audaciosa vivência de quem flertou com a loucura e conseguiu sobreviver ou ressurgir como uma fênix.

Apaixonado pela vastidão das “águas literárias”, Maurício Castro insurge como um escritor que encontra vitalidade, realização e refúgio “velejando com as letras”. A partir de “bons ventos”, incursiona suas narrativas sobre as coordenadas de um cotidiano cujo destino é a trilha perseguida com suas marcas desveláveis.
É autor de “Entre a rosa e o mandacaru”, uma coletânea de poemas com recorte autobiográfico, escrita entre 2003 e 2006; e, também, de “Devaneios de Chico e outros contos”, finalizado no começo do segundo semestre de 2021, ambos os títulos editados pela Casa do Escritor.
Natural de Ilhéus/BA, e, indubitavelmente, filho de Itajuípe/BA, onde passara a sua infância e juventude, é pai de cinco filhos, casado com Gabriela Castro – o amor de sua vida –, e vive hoje nos “quatro cantos” situados pelo trabalho, sempre ao redor de livros (muitos!), a se dedicar à escrita com constância – uma essencialidade caminhante.