O Rosário Desgastado – Frete Grátis

R$42.00

Para o bibliófilo brasiliense José Anchieta, “os personagens, as cenas e o ambiente são vivos e imprimem no leitor marcas para sempre inesquecíveis”. Na opinião do também escritor Tanussi Cardoso, autor do prefácio, trata-se de “uma narrativa fotográfica e sintética, livre de amarras, numa construção formal de grande rigor, projetada em uma prosa simples, em uma linguagem imagética e plena de lirismo”.

De acordo com o professor e escritor Décio Torres Cruz, da Academia de Letras da Bahia, “logo no início da obra, sentimos a influência da tradição literária brasileira e bíblica, quando resquícios do mito da Arca de Noé se confundem com passagens e personagens da estética de Guimarães Rosa em ‘As margens do rio’. O leitor é contemplado com a beleza de uma linguagem poética que encanta e ilumina nossa leitura como as noites de luar do sertão”.

Luiz Eudes é de Sátiro Dias, Bahia.
Escritor e ativista cultural.
Organizou várias coletâneas e participa de diversas antologias no Brasil e em Portugal. É autor dos livros de contos Noite de Festa, Tempo de Sonhos, Tarde de Chuva e Leves Sombras, da novela Cangalha do Vento (publicada também em Portugal e em Angola e traduzida para o italiano), dos infantis Baleia e a família perdida, publicado pela série Bichinhos Literários, em São Paulo; e Vinagre, o Cachorro, sob encomenda para o Colégio Europa, em Minas Gerais. E do recente romance Rosário Desgastado.
Curador da III edição da FliPaiaiá (Paiaiá, Nova Soure), do Sarau da Cidade e do Literatura com Cachaça (Alagoinhas). E secretário do Simpósio de Academias de Letras (São Cristovão – SE).
Escritor premiado, recebeu, entre outras, a Comenda Maria Feijó (Câmara de Vereadores de Alagoinhas), o Título de Importância Cultura (União Baiana de Escritores), a Comenda Rachel de Queiróz (Academia de Letras de Fortaleza), o título de Honra ao Mérito Cultural (no Tribunal de Justiça de Sergipe).
É membro da Academia de Cultura da Bahia, da Casa do Poeta de Alagoinhas e da Academia de Letras do Vale do Itapicuru. Sócio da União Brasileira de Escritores (São Paulo), da União Baiana de Escritores (Salvador), membro correspondente da Academia de Letras de Fortaleza e da Confraria Sancristovense de História e Memória. E pertence ao Círculo Acadêmico de Letras e Artes de Moçambique.